domingo, 10 de maio de 2015

Embraer Ipanema





                                  Embraer Ipanema Agrícola










A aviação agrícola é praticada em todos os continentes, totalizando mais de 40 mil aeronaves em todo o mundo, sendo que a sua maior parte opera nos Estados Unidos e na União Soviética. Na Austrália e Nova Zelândia a aviação agrícola é também muito utilizada em operações de aplicação aérea de agroquímicos e fertilizantes em áreas de reflorestamento.



Quase 60% de toda a proteção química da safra comercialmente usada nas terras agrícolas dos Estados Unidos são aplicadas com aeronaves. Em toda a nação, existem aproximadamente 15 mil aeronaves dedicadas ao uso agrícola.

O potencial de mercado no Brasil para a aviação agrícola, considerando somente a área agriculturável, é para 10.000 aeronaves. Atualmente a área agrícola explorada no Brasil é de aproximadamente 70 milhões de hectares, mas ainda existem cerca de 500 milhões de hectares de áreas disponíveis para a agricultura a serem utilizadas. Essa área agrícola brasileira ainda a ser explorada corresponde à área total de 32 países da Comunidade Européia.



No ano de 1946 um ataque maciço de gafanhotos devasta a região Sul do Brasil, mais precisamente a região de Pelotas (RS). O Engenheiro Agrônomo Leôncio Fontelles, Chefe do Posto de Defesa Agrícola do Ministério da Agricultura em Pelotas e o Comandante Clóvis Candiota, utilizando um avião de instrução modelo Muniz M-7 (Prefixo PP-GAP) do aeroclube de Pelotas, realizaram em 19 de Agosto de 1947 a primeira aplicação (pulverização) aérea no Brasil.



Esse trabalho conjunto entre Leôncio Fontelles e Clóvis Candiota teve repercussão nacional e “marcou” o dia 19 de Agosto como o “Dia Nacional da Aviação Agrícola”. O piloto civil Clóvis Candiota é considerado o Patrono da Aviação Agrícola no Brasil.

Em Agosto de 1969 foi criada a Empresa Brasileira de Aeronáutica EMBRAER e o Ministério da Agricultura brasileiro firmou contrato com a Embraer a fim de produzir no país uma aeronave agrícola, com o objetivo de modernizar o setor ao disponibilizar novas Técnicas de Produção, Além de gerar recursos pará Fabricante , na época Uma Estatal.



O Ipanema foi projetado por engenheiros do Instituto Tecnológico de Aeronáutica e testado na Fazenda Ipanema, no município de Sorocaba . A aeronave realizou seu primeiro Voo em 1970 e a produção teve início em 1972. O Modelo EMB 202-A do Ipanema, Certificado em 2004, e a primeira aeronave produzida em série a operar com etanol . O Número de unidades produzidas já superou uma das mil e duzentas marcas, das quais aproximadamente 30% utilizam o Biocombustível.

Idealizado pará pulverizar plantações com fertilizantes e pesticidas, também pode ser utilizada paraespalhar sementes. Para proteger o piloto do contato com os produtos químicos, a cabine do Ipanema conta com um sistema de vedação e a dispersão químicos dos defensivos ocorre na parte posterior das asas, por voar em baixas altitudes.



Pesquisa: silveira
Fontes:http://pt.wikipedia.org/ http://www.pulverizar.com.br  Fotos: /www.google.com.br
Vídeo: www.youtube.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário